Concurso de Redação Camélia da Liberdade: premiações acontecem em maio

Escola premiada com laboratório de informática em São Paulo
Escola premiada com laboratório de informática em São Paulo

O Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (CEAP) promove a quinta edição carioca e a quarta paulista da premiação do Concurso de Redação Camélia da Liberdade. O tema que inspirou centenas de alunos foi “Luiza Mahin: uma rainha africana no Brasil”, que homenageia as mulheres negras do País. A solenidade na Cidade Maravilhosa acontecerá no auditório do Arquivo Nacional, em 02 de maio, às 15h. Na Terra da Garoa, o tão esperado acontecimento ocorrerá na Câmara Municipal, a partir das 14h. Alunos, professores e instituições de ensino recebem computadores, tablets, máquinas digitais e até laboratório de informática. A intenção é estimular a conscientização de todos sobre a Lei 10.639/03, que torna obrigatórios os ensinos das histórias da África e da Cultura Afro-brasileira nas escolas. Com patrocínio da Petrobras, o realizador inovou desta vez ao incluir concorrentes do Ensino Fundamental.

Com 372 instituições inscritas, o CEAP anuncia os classificados em 1º, 2º e 3º lugares, e a relação de estudantes que tiveram suas redações selecionadas para publicação no livro “Luiza Mahin, lições de liberdade”, que será lançado para distribuição gratuita durante a solenidade de entrega dos prêmios.

Entre os vencedores, alunos de localidades como Nova Iguaçu, Vassouras, Casimiro de Abreu, São Gonçalo e Complexo do Alemão. Já em São Paulo, os melhores colocados são de Mauá, Iaras e São José dos Campos.

Direitos Humanos

De acordo com o secretário executivo do CEAP, Luis Carlos Semog, “a história da instituição sempre foi voltada para os Direitos Humanos. O Concurso de Redação é um resgate de uma luta contínua. Não podemos deixar que sequestrem a história do negro. Essa lei não é uma dádiva, é resultado de uma luta, uma conquista. Não estamos preocupados apenas com o ensino da História da África, pois isso é uma dívida. O principal é o cumprimento da lei”.

Para a realização do Concurso de Redação, o CEAP conta com parceiros como a Cesgranrio e o Instituto do Negro Padre Batista.

O Centro de Articulação de Populações Marginalizadas é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, vinculação partidária ou religiosa. Foi fundada no Rio de Janeiro, em 1989, por ex-internos da extinta Fundação Nacional do Bem-Estar do Menor (Funabem), com a ajuda de representantes da comunidade negra e do movimento de mulheres. A história do CEAP é marcada pelo trabalho relativo às questões de defesa e promoção dos Direitos Humanos e relações raciais, educação, formação continuada de professores e mercado de trabalho.

Serviço:
Premiação do Concurso de Redação Camélia da Liberdade

Rio de Janeiro
Local: Auditório do Arquivo Nacional -Praça da República, 173 – Centro
Data: 02/05/2012 -De 15h às 18h

São Paulo
Local: Câmara Municipal (Auditório Plenarinho Prestes Maia) – Viaduto Jacareí, 100, 1º andar
Data: 04/05/2012 –  De 14h às 18h

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>