Cursos promovidos pelo Projeto CEAP-NUFAC seguem a todo vapor

CEAP-NUFAC 1

Os preparativos para o início dos cursos promovidos pelo Projeto CEAP-NUFAC seguem a todo vapor. No dia 18 de março, a coordenadora Vilma Neres, a coordenadora pedagógica, Azoilda Trindade, e a gestora de projetos, Sandra Ribeiro, visitaram duas unidades da FAETEC – os pólos Cidade de Deus e Mangueira – e saíram positivamente impressionadas com a receptividade dos gestores e com a qualidade de infraestrutura dos locais onde serão ministrados os cursos para produtor cultural, produtor de audiovisual Assistente de projeto visual gráfico e Web design.

As aulas terão início em abril. O projeto tem por objetivo a qualificação profissional inicial de jovens afro-brasileiros até 29 anos, e acontecerá nas comunidades da Mangueira, Borel e Cidade de Deus. Para a gestora Sandra Ribeiro, “é importante fazer com que os jovens pensem a questão do trabalho e a questão racial, uma vez que esta convergência de ideias é um dos pontos de atuação do CEAP”.

O coordenador do pólo Cidade de Deus, Luis Accacio, conversou com a equipe sobre os cursos que a unidade oferece. “Temos laboratórios de Informática, Construção Civil, Hotelaria, Cozinha e Gastronomia, entre outros. São cursos que preparam imediatamente para o mercado de trabalho, de acordo com suas exigências”, disse. Durante o bate-papo, foi abordada a possibilidade de haver estágios para alunos que terminem os cursos com desempenhos excelentes. Luis Accacio garantiu que, semanalmente, diversas empresas procuram os formandos da casa para diversas áreas.

 

Na Mangueira

 

A visita seguinte foi ao pólo Mangueira, onde a equipe foi recebida por Marcelo Reis. De cara, o coordenador manifestou todo apoio ao projeto. “Por se tratar de um espaço público, acho importante fazermos com que as coisas aconteçam para os jovens daqui. Estou com o CEAP neste projeto. Espero que seja um sucesso multiplicador, e que venham outros mais em breve”, ressaltou Reis.

Durante a visita às instalações, foram apresentados os 17 cursos que a unidade oferece. “Nossos cursos são diretamente ligados aos bastidores do carnaval e espetáculo. Aqui oferecemos aulas para camareiro, maquiador, serralheiro, carpinteiro, efeitos especiais, entre outros. Atualmente, temos 324 alunos. Até o meio do ano, novos cursos serão abertos”, afirmou Marcelo Reis.

A coordenadora pedagógica Azoilda Trindade saiu satisfeita com os locais. “Eu achei os espaços muito bons, sobretudo para trabalhar com a questão da autoestima. Isso facilita todo o trabalho de retaguarda, de valorização do aprender e de ensinar, agregada a uma ambiência favorável. Além de ampliar a possibilidade desses estudantes serem multiplicadores e divulgadores do nosso curso. É um trabalho educativo, de militância social e da coletividade pública e privada”, disse a professora.

Além da infraestrutura, outra coisa que chamou a atenção da gestora Sandra Ribeiro foi a receptividade dos gestores. “Eles abriram as portas, mostraram todas as instalações e se disponibilizaram a colaborar para além da estrutura dada que eles têm. Isso é bastante interessante para a multiplicação de outros projetos. A nossa missão é articular para que haja esta troca, de forma que possamos multiplicar o conhecimento”, concluiu.

Para ver formato tela inteira clique em FS na barra do álbum.

Para voltar ao normal aperte a tecla Esc em seu teclado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>