Formação de professores e religiões de matrizes africanas: um diálogo necessário

É com alegria, que apresentamos a vocês, este belíssimo trabalho de Babá Mejeuí Erisvaldo D’Ogum e Professor Doutor em Educação, atualmente é professor Adjunto II no departamento de Educação da Univesidade Federal de Ouro Preto, onde é coordenador do Grupo de Pesquisas Formação de Professores e relações Ètnico-Raciais-CNPq.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>