ZEZÉ MOTTA RECEBE MEDALHA TIRADENTES

ZEZÉ MOTTA RECEBE MEDALHA TIRADENTES A atriz e cantora Zezé Motta recebeu nesta terça-feira (14/10), no Plenário Barbosa Lima Sobrinho da Alerj, a Medalha Tiradentes. As interpretações como Orfeu Negro, no teatro, e como Xica da Silva, no cinema e na teledramaturgia, levaram a presidente da Comissão de Combate a Discriminação da Alerj, deputada Jurema Batista (PT), a homenagear a artista Maria José Motta.

“Estou gelada, trêmula e emocionada. Fiquei muito surpresa com esta homenagem e quero agradecer do fundo do coração por essa iniciativa da deputada Jurema Batista”, disse Zezé que aproveitou e agradeceu cantando Minha Missão . “Acredito que esta medalha está sendo dada no momento certo, por ser eu a primeira negra desta Casa. A Zezé representa a abertura da visibilidade do negro no Brasil, como atriz e militante do movimento negro”, disse a deputada Jurema Batista, visivelmente emocionada.

Com toda a família presente, entre irmãos, primos, sobrinho, tias e tios, a filha e a mãe, a atriz recebeu a mais importante comenda do Estado do Rio de Janeiro pelas mãos de Jurema Batista. Estiveram presentes o ator e ex-secretário de Estado de Ação Social, Antônio Pitanga, o ex-presidente da Funarte, Ginaldo de Souza, o presidente do Cidan – Centro de Informação e Documentação do Artista Negro, Jacques D´Adetry e o presidente do Centro de Articulação e População marginalizada – Ceap – Ivanir Santos, entre outros. Nascida em Campos, cidade do norte fluminense, Zezé veio para o Rio de Janeiro aos dois anos de idade.

Foi através da escritora Maria Clara Machado que iniciou sua carreira de atriz, como bolsista do curso Tablado, profissionalizando-se em 1967. O espetáculo Roda Viva marcou sua estréia no teatro e, desde então, participou do elenco de importantes peças e produções para cinema e televisão, como Vai Trabalhar Vagabundo e Tieta. A carreira de cantora começou em 1971, com apresentações como crooner em casas noturnas de São Paulo. Em 1978, gravou seu primeiro disco, Zezé Motta, chegando a representar o Brasil, a convite do Itamaraty, em Hannover (Alemanha), no Carnegie Hall (Nova Iorque), além de França, Venezuela, México, Chile, Argentina, Angola e Portugal.

Fonte: Alerj RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>